Como Fazer Gestão de Projectos?

gestão de projectos

Como Fazer Gestão de Projectos?

Partilhar artigo

Um dos aspectos mais relevantes para poder iniciar um projecto é reproduzi-lo num ambiente específico e seguindo algumas orientações. Neste artigo, vou falar sobre o que é gestão de projectos e ajudar-lhe a perceber a sua influência na criação de um negócio na internet.

A gestão de projectos consiste na forma como um projecto é planeado, executado e acompanhado, desde o seu início até à sua conclusão. Para tal, deve ser alcançado um objectivo final num certo prazo, tendo um determinado custo e qualidade associada através da mobilização de recursos.

Descubra agora, 10 etapas para começar a fazer gestão de projectos e estruturar a sua ideia num programa verdadeiramente sistematizado. Desta forma, vai conseguir desenvolver um roteiro que permitirá implementar um conjunto de procedimentos, tarefas e acções para trabalhar de forma eficiente.

Gestão do Escopo: comece por definir o seu objectivo e garanta que os requisitos inerentes ao funcionamento do projecto são cumpridos através das actividades necessárias para o efeito. Assim, evita trabalhar muito mais do que é preciso e consegue alcançar maiores níveis de rendimento.

Gestão do Cronograma: a sua função é assegurar que o prazo previsto não seja extrapolado, sendo para isso necessário, indicar os procedimentos a implementar no projecto. Em seguida, defina as tarefas, determine a sequência das actividades e controle os tempos de execução.

Gestão de Custos: tem como finalidade fazer com que a execução de um projecto não gere gastos superiores aos seus ganhos potenciais. Nesta etapa deve ser indicada a política a ser seguida na hora de estimar custos, realizar orçamentos e ter controlo orçamental na gestão de projectos.

Gestão da Qualidade: a sua função é determinar quais são os critérios objectivos para avaliar a entrega e qualidade do projeto. Para tal, identifique os padrões que o projecto precisa de atender para garantir a sua conformidade, avalie as métricas definidas e documente os resultados obtidos.

Gestão dos Recursos: é a construção do projecto, sendo necessário fazer uma estimativa de quais vão ser os recursos precisos para executar cada actividade, desde materiais até recursos humanos. Por fim, deve acompanhar a utilização dos recursos, comparando o que foi planeado com o que foi executado.

Gestão das Comunicações: além de definir o fluxo das informações e distribuí-las de maneira adequada, a sua principal função é integrar as diversas partes envolvidas, evitando expectativas irreais ou execução de trabalhos inadequados ao momento. Sendo assim, é importante planear, gerir e controlar a comunicação.

Gestão de Riscos: consiste em prevenir os acontecimentos negativos que possam ter impacto no projecto e antecipando possíveis respostas para pontos de vulnerabilidade. É uma fase bastante importante na gestão de projectos onde deve ser feita a monitorização dos riscos durante o ciclo de vida do projecto.

Gestão das Aquisições: passa por determinar o que vai ser adquirido, especificando os requisitos técnicos que o produto ou serviço deve cumprir, gerindo posteriormente a relação com fornecedores e parceiros. Quando uma aquisição não é bem planeada ou executada pode ter impacto no prazo e nos custos do projecto.

Gestão das Partes Interessadas: consiste em identificar os interesses e qual o impacto do envolvimento dos stakeholders para o projecto através da definição de estratégias que atendam às suas necessidades. Assim, é possível controlar melhor o relacionamento ao evitar os riscos e maximizando as oportunidades.

Gestão da Integração: permite obter uma visão geral do projecto e a sua função é garantir que os problemas sejam tratados antes de se tornarem críticos. Deste modo, consegue-se monitorizar o trabalho ao fazer o acompanhamento e revisão de todos os itens definidos no plano e controlar as mudanças.

Neste momento, acredito que está mais esclarecido. Aproveite para colocar tudo em prática. Afinal, já percebeu o que é gestão de projectos.

Conheça o guia prático de inbound marketing. Por fim, desejo-lhe o maior sucesso na gestão do seu negócio e boa sorte para a sua vida.

Espero que tenha gostado e que este conteúdo possa ajudar-lhe. Deixe o seu comentário em baixo e partilhe este artigo com a sua rede de contactos. Além disso, não se esqueça, acompanhe todas as novidades aqui no meu blog. Até breve!


Partilhar artigo

Deixe o seu comentário

responder
precisa de ajuda?
Whatsapp
Olá, posso ajudar?